terça-feira, 2 de março de 2010

O Papa vem a Portugal e já se fala no dinheiro que vão gastar nas comemorações.


É este tipo de conversas que às vezes me faz comichões. O Papa Bento XVI vem a Portugal no próximo mês de Maio. Como já seria de esperar, muito dinheiro será gasto com as comemorações. Só para o palco no Terreiro do Paço onde terá lugar a primeira missa, espera-se um gasto de 200 mil euros. E claro está, já muita gente fala no enorme desperdício de dinheiro, nas quantias avultadas que a Igreja gasta com estas coisas e que, com a missão de caridade e misericóridia que tem, deveria ser aplicado em causas mais nobres - principalmente depois das últimas catástrofes no mundo - Chile, Haiti, Madeira, por aí a fora.

Não vejo ninguém a pedir que não se continue a Liga Europa, a Liga dos Campeões e a Primeira Liga para ajudar as vítimas. Não vejo ninguém a dizer para se acabar com as Fashion Week e doar o dinheiro todo aos mais necessitados. Não vejo muita gente a desistir dos seus gastos mais supérfulos para ajudar quem precisa, nem agora, nem nunca. Também não vejo muitos a falarem da ajuda preciosa que a Igreja dá a muitos dos necessitados deste mundo. Se é o suficiente? Não. Se podia ser melhor? Claro. Se podíamos tirar alguma riqueza do Vaticano para dar aos pobres? Podíamos. Mas ninguém pode negar que é a Igreja que assegura muitas das instituições que, neste momento, ajudam pessoas pelo mundo fora. Ninguém pode negar a sua ajuda preciosa. Por isso deixem lá o Papa e as suas comemorações em paz. Também acho que, se calhar, 200 mil euros por um palco é demais. Mas também acho que há demasiados estádios de futebol, que os jogadores ganham quantias ridículas, que a moda tem preços exurbitantes, que podia fazer mais do que faço para ajudar quem precisa.

7 comentários:

mllissa disse...

E os 200 mil euros são para pagar a quem vende o material, quem monta o palco, quem organiza o evento e isso também é ajudar, as pessoas só se queixam do que os outros têm...Haja trabalho e saúde que já não é nada mau.
Falam por falar, oiço por aí cada barbaridade que até fico doida, há muita gente que vive uma vida inteira a "chorar" pelo que os outros têm ou fazem sem que nada façam para melhorar a sua vida.

piccolina disse...

Tudo o que envolva a igreja é complicado falar.
Acho um exagero de gastos, tal como o que se gasta em futebol.
Só não gosto do cinismo de algumas pessoas ue criticam os gastos desta visita mas concordam com gastos superfluos!

Style&Stuff disse...

Falar por fora das coisas é fácil, pormo-nos a criticar tb... mas qualquer evento acarreta custos! E infelizmente as desgraças acontecem e não viviemos num conto de fadas...

Kiss*

E. disse...

Eu sou uma pessoa extremamente religiosa. Já fui gozada? Já! Mas não quero saber. Tenho as minhas convicções! E queres saber... Por mim esse Papa nunca poria os pezinhos dele neste país, mas já que ele vem umas boas tábuas de madeira serviam perfeitamente como palco! Enfim...

Le Blonde disse...

Hello Miss me!!! :) Podes roubar a vontade as minhas imagens... e já que gostas tanto aconselho-te a visitar o site weheartit.com e a inscreveres-te! :)

Bisoux

siceramente disse...

As pessoas não têm nada para se chatear.. então chateiam-se com o Papa.. :S

Miss me disse...

Obrigada pela dica Le Blonde ;)