sexta-feira, 5 de fevereiro de 2010

Desafio de A a Z


A menina do blogue Style&Stuff lançou-me um desafio - e aqui está a resposta.

a) Tens medo de quê?
Tenho medo de perder aqueles que amo ou de vê-los sofrer, acima de tudo. E costumo ter medo de falhar. (E agora lembrei-me da música do Martinho da Vila - "Quem tá com Deus não tem Medo").

b) Tens algum guilty pleasure?
Tantos que até dói... Mas o chocolate faz-me sempre feliz.

c) Farias alguma "loucura" por Amor/Amizade?
Já fiz algumas e valeram bem a pena.

d) Qual o teu maior sonho? [não vale responder: Paz, Amor e Felicidade ;)]
Formar a minha família, sentir-me realizada e de bem com a vida. E saber envelhecer com sabedoria e bom senso.

e) Nos momentos de tristeza/abatimento, isolas-te ou preferes colo? [não vale brincar]
Às vezes preciso de estar sozinha, preciso do meu tempo. Mas depois acabo por procurar os colos que me confortam.

f) Entre uma pessoa extrovertida e outra introvertida, qual seria a escolha abstracta?
Talvez extrovertida.

g) Sentes que te sentes bem na vida, ou há insatisfação para além do desejável?
De muito bem com a vida. Porque apesar dos dias de chuva, vêm sempre os bons dias de sol!

h) Consideras-te mais crítico ou mais ponderado?(mesmo sabendo que há críticas ponderadas)
Sempre fui bastante crítica, mas a vida tem-me ensinado a tornar-me mais ponderada (ainda ando a tratar de melhorar isso).

i) Julgas- te impulsivo, de fazer filmes... paciente, ou...? (define o que te julgas no geral)
Impulsiva, impulsiva, impulsiva (também ando a melhorar isso).

j) Consegues desejar mal a alguém e eventualmente concretizar? [responder com sinceridade]
Desejar mal a alguém acho que está inerente a todo o ser humano. Concretizar - nunca agi com o objectivo de fazer mal a alguém.

k) Conténs-te publicamente em manifestações de afecto (abraçar, beijar, rir alto...)
Não costumo andar por aí a mostrar a meio mundo que amo muito o meu namorado. Não preciso de estar "aos amassos" em público, acho uma falta de bom gosto. Mas não me privo de lhe dar um beijo ou um abraço ocasional.

l) Qual o lado mais acentuado? Orgulho ou teimosia?
Uma mistura dos dois.

m) Casamentos Homossexuais e direito à adopção?
A favor de ambos. Devemos ter todos os mesmo direitos e não é a opção sexual de duas pessoas que as impedem de dar amor e um lar a uma criança.

n) O que te faz continuar o blog?
Ainda sou nova no mundo da blogosfera. Mas estou a adorar esta experiência. Ter um espaço onde possa escrever o que bem me apetece, das futilidades aos sentimentos mais profundos, é uma actividade quase terapêutica. Agrada-me ler o que os outros escrevem, saber as suas opiniões e poder partilhar os meus disparates tais como os outros partilham os seus.

o) O número de visitas ou de comentários influencia o teu blogue?
Gosto de saber que alguém vem aqui ler as minhas coisas; quando escrevemos gostamos de ser lidos. Mas não escrevo em função dos comentários que me deixam ou do número de pessoas que visita o meu espaço.

p) Na tua blogosfera pessoal e ideal, como seria ela?
A blogosfera é um pouco como o mundo lá fora, com uma multiplicidade de opiniões, ideias e atitudes. Há pessoas boas e más por aí, tanto no mundo como na blogosfera. Em relação a esta última, não penso em como seria melhorá-la, nunca pensei nisso.

q) Deviam haver encontros de bloguistas? Caso sim, em que moldes? Caso não, porquê?
Sinceramente acho que não fariam muito sentido, já que a maioria dos bloguistas prefere manter o anonimato. Os bloguistas que se querem encontrar, basta comunicarem e marcarem encontros, não é difícil.

r) Sabes brincar contigo mesmo e rir com quem brinca contigo? (Sem ironias)
Consigo rir de mim mesma; quem o faz está confortável na sua pele. Mas note-se que há brincadeiras e brincadeiras - e nem todas têm piada. Há por aí pessoas com estranhos sentidos de humor...

s) Já agora, qual ou quais os teus piores defeitos?
Sou orgulhosa, teimosa, perfeccionista e penso demasiado em certas coisas (e sim, consigo pensar demasiado nas coisas e ser impulsiva ao mesmo tempo... um fenómeno).

t) E em que aspectos te elogiam e/ou achas ter potencialidades e mesmo orgulho nisso?
Tirando todas as falsas modéstias, orgulho-me de ser uma mulher inteligente, confiante, motivada. Feminina e apaixonada, acho que simplesmente estou de bem com a vida.

u) Entre uma televisão, um computador e um telemóvel, o que escolherias?
Se não pudesse ficar com todos, um telemóvel onde pudesse ter televisão e acesso à internet.

v) Elogias ou guardas para ti?
Elogio quando o sinto verdadeiramente e quando acho que este é merecido. Não dou falsos elogios só para parecer bem.

w) Tens a humildade suficiente para pedir desculpa sem ser indirectamente?
Sim, não peço desculpa sem ser directamente; não faz sentido.

x) Consideras -te, grosso modo, uma pessoa sensível ou pragmática?
Sou uma pessoa sensível mas tento misturar um pouco de pragmatismo aos meus dias.

y) Perdoas com facilidade?
Não guardo rancores, mas o perdão não é fácil - quem diz que é, está a mentir.

z) Qual o teu maior pesadelo ou o que mais te preocupa?
Sou uma pessoa terra-a-terra mas preferio viver a vida sem pensar demasiado nos meus maiores pesadelos (entretanto, em certos dias, vou pensando em coisas estúpidas).

1 comentário:

Style&Stuff disse...

Obrigada por teres respondido! Li tudinho, e adorei!

Kiss*