terça-feira, 9 de fevereiro de 2010


O perfume é daquelas coisas que nem toda a gente tem bom senso em quantidade suficiente para saber usar.

Para mim, um bom perfume é o último toque no meu visual - depois da higiene, da roupa e dos acessórios, o perfume dá aquela sensação que está tudo composto, no lugar certo.
O que acontece é que muitas pessoas ainda não perceberam que o perfume não serve para se deixar um rasto, para entupir as narinas das pessoas nos autocarros, no metro ou no local de trabalho. O suposto é que, quando as pessoas se aproximem ligeiramente de nós, sintam um aroma agradável e leve, um aroma que faz sorrir e que passamos a associar àquela pessoa.

Perfumes não muito intensos, quentes para o Inverno, frescos para o Verão. Uma borrifadela no pescoço, outra nos pulsos. E basta.

Agora uso o In 2 U, Calvin Klein - uma óptima descoberta neste Inverno.

1 comentário:

cacau disse...

concordo completamente contigo, mas essas nem são as pessoas mais comuns que encontro nos transportes, normalmente é ao contrário e o odor não é tão bom quanto desejariamos - pequeno aparte. não conheço o perfume, estou a usar agora o hugo deep red e adoro independentemente da estação :)