quarta-feira, 10 de fevereiro de 2010


Não brinco ao Carnaval. É uma altura que não me diz nada, não acho piadinha nenhuma. Não percebo as escolas de samba (?) portuguesas, má importação do Brasil, com as nossas moças a abanarem-se para mandar o frio embora. Não gosto dos algomerados de gente como acontece em Torres Vedras (o dito melhor Carnaval de Portugal). Sempre odiei os balões de água mandados a quem não os pede, os ovos a voar pelas ruas.
O Carnaval tem piada quando somos miúdos, a imaginação livre a aflorar à pele, as brincadeiras de criança quando ainda não víamos e nem pensávamos em certas malícias e consequências. Por isso vivo o Carnaval a ver as crianças da família mascaradas e gozo com eles as fantasias mais pueris. Para mim, o Carnaval é das crianças; não uma desculpa para fazer figuras tristes por aí e, por vezes, desrespeitar os outros porque É Carnaval, ninguém leva a mal *

Mas se me mascarasse, saia à rua como a menina da foto.

*note-se que eu tenho perfeita noção de que nem toda a gente vive o Carnaval nestes modos.

2 comentários:

Pinkk Candy disse...

eu também detesto o carnaval com essas maldades, não lhe acho piada nenhuma, quando eu morava na Alemanha, era completamente diferente e adorava, mas desde que moro aqui perdeu toda a sua graça.
se bem que este ano já tenho fatiota para o meu baby, estou desejando de o vestir, lol =P

xoxo

Style&Stuff disse...

Eu adoro mascarar-me no Carnaval, ir pelo menos a umas 2 boas festas... enfim, tudo a que tenho direito! LOL

Kiss*